Nós, poetas, temos as madrugadas como fonte de inspiração. E com Maria Cecília não podia ser diferente. 3 e 15 da madrugada e ela ali, dialogando com os poetas ditos clássicos: Clarice Lispector, Marina Colasanti, Cecília Meireles, Conceição Evaristo, Vinícius de Moraes, Fernando Pessoa, entre outros. Essa longa conversa, madrugada à dentro, nos presenteia com uma poesia encantadora, analítica - reflexiva e capaz de grandes mergulhos em nossa existência. 3 e 15 da madrugada e os sentimentos mais intensos transbordando... 3 e 15 da madrugada e ela tentando escrever uma carta para a amiga, que está longe e sente saudades das aventuras vividas. 3 e 15 da madrugada e Maria Cecília nos relembrando que os poetas são agraciados por Deus e não nos cabe fugir dessa linda missão. Apesar da insônia, apesar da solidão, apesar de tudo o que transborda, ela está ali, escrevendo e tentando salvar o mundo com sua arte. E sim, ela conseguiu. 3 e 15 da madrugada, todos dormem e a poeta sorri, pois o coração sente paz. Após esse lindo diálogo com os mestres da literatura, ela sente-se mais humana. E nos presenteia com seus lindos versos. Boa leitura!

3 e 15 Madrugada

3 e 15 Madrugada
Nós, poetas, temos as madrugadas como fonte de inspiração. E com Maria Cecília não podia ser diferente. 3 e 15 da madrugada e ela ali, dialogando com os poetas ditos clássicos: Clarice Lispector, Marina Colasanti, Cecília Meireles, Conceição Evaristo, Vinícius de Moraes, Fernando Pessoa, entre outros. Essa longa conversa, madrugada à dentro, nos presenteia com uma poesia encantadora, analítica - reflexiva e capaz de grandes mergulhos em nossa existência. 3 e 15 da madrugada e os sentimentos mais intensos transbordando... 3 e 15 da madrugada e ela tentando escrever uma carta para a amiga, que está longe e sente saudades das aventuras vividas. 3 e 15 da madrugada e Maria Cecília nos relembrando que os poetas são agraciados por Deus e não nos cabe fugir dessa linda missão. Apesar da insônia, apesar da solidão, apesar de tudo o que transborda, ela está ali, escrevendo e tentando salvar o mundo com sua arte. E sim, ela conseguiu. 3 e 15 da madrugada, todos dormem e a poeta sorri, pois o coração sente paz. Após esse lindo diálogo com os mestres da literatura, ela sente-se mais humana. E nos presenteia com seus lindos versos. Boa leitura!